3X4

há uma coisa muito boa quando os filhos crescem. na verdade são várias: ninguém quer ficar colocando besouro na boca; não é preciso se incomodar com degrau de escada; fome, sede, banho, sono?, cada um por si; escovar os dentes passa a ser uma preocupação própria e muitas, muitas outras coisas…

mas em especial, está o fato de algumas pessoas pularem para uma espécie de convivência com a gente. não é que os amigos dos filhos se tornem nossos amigos, isso é meio demais, meio exagerado. mas é a mudança de status de conversa. quando são menores, eles, os amigos dos filhos, acabam que são também nossos filhos e tomamos todos os cuidados de conversa, de atenção, de recomendação. mas quando crescem e pulam para mesa dos adultos a coisa muda e é possível tratar de política, futebol e religião – todas essas coisas que são possíveis entre civilizados; meus filhos sabem escolher suas companhias.

o Caio eu já conheci grande. quase independente. parceiro de banco de faculdade e matação de aula do Dé. dos dois, ele foi o primeiro Cabral ao contrário, desbravou as terras portuguesas e abriu caminho para que o Dé fosse pra lá em temporada de um ano na Universidade do Porto. dividiram casa, faxina, saudade da terra, almoço, jantar, jogos de futebol, viagens e sabe-se lá mais o que. Caio foi antes, voltou antes. e quando o Dé deu o ar da graça no Afonso Pena, ele estava lá firme e forte nas boas vindas. e assim prosseguiu, numa amizade bacana de observar, que trata de companheirismo, mão estendida, bom humor… na formatura dos dois, a lista para pegar o canudo era por ordem alfabética e lembro do Dé contando da frase do Caio, que olhou-o vencedor e disparou: me formei antes que você!

eu, obviamente, não tenho nada com isso, o Dé já é grandinho para escolher suas amizades, mas me gusta que o Caio esteja nessa. porque ele sempre chega aqui em casa com sorriso estampado no rosto, boa conversa e leveza que nem combina muito com seu tamanho… é capaz de se arriscar em creme de abóbora, em almoço alternativo, em jogo de tabuleiro. quando está por aqui, tenho a certeza de clima favorável a boas conversas.

historiador, dono das cartas do pocker, adulto, responsável, boa gente, Caio fez aniversário ontem. tenho a impressão que ele vai ficar um pouco envergonhado desse post, concordo com a retirada de sua TL, mas o conservarei aqui, como prova de minha admiração e respeito por esse jovem que é aplaudível em sua caminhada.

550543_326561810757808_460360515_n

quer comentar? não se acanhe.

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: