a falta e a presença

Silvio,
Tenho lembrado muito de você!
Estamos todos aqui, a roer unhas, palpitar loucamente, vestir a amarelinha e sacudir bandeiras.
É época de Copa do Mundo!
Você me faz falta. Seus comentários sempre tão pertinentes e elegantes, seu jeito de contar as coisas “a bola rola na relva”, seu olhar cheio de poesia, suas mil piadas, o portunhol nas narrações…
Nem sei quantas vezes discutiríamos ou concordaríamos sobre mordidas, vaias, choros, craques e escalações. Você calmo, eu exaltada. Você sério, eu zombeteira. Você cheio de saberes, eu sua ouvinte. Você educadérrimo, eu mil palavrões.
Não sei se nos encontraríamos para as partidas ou se dividiríamos as opiniões pós-jogos no Stuart.
Sei que de uma forma ou de outra, nos recordaríamos de poesias e de músicas, de filmes e livros, de frases e versos.
Sei que levantaríamos brinde pelo amor da amizade e que gargalharíamos e choraríamos e teríamos emoção correndo solta.  
Por tua memória e homenagem, convocarei o escrete da velha família para assistir jogo na sexta-feira. E para você, brindaremos com sorrisos e nó na garganta e saudade sem fim.
Sinto sua falta. Também porque é época de Copa do Mundo!



2 Comentários

quer comentar? não se acanhe.

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: