deseconomia doméstica

de todos os meus eletrodomésticos o que não vivo sem é a máquina de lavar roupas. tudo menos ter que enfrentar o tanque. o aspirador de pó também está entre os queridinhos, mas não é páreo para a guerreira da área de serviço.
há alguns anos, grana curta, problemas grandes, minha máquina parou de funcionar. esse tipo de coisa sempre acontece nos piores momentos, se bem que sempre é um pior momento para evento desse porte.
as roupas todas a viver a orgia do cesto onde camisa se abraçava com vestido, calça fazia juras à meia, calcinhas assanhadas se exibiam para tímida blusa… e nessa promiscuidade sem nenhum tipo de contracepção, elas se multiplicavam. onde antes uma camiseta reinava, em poucas horas, duas, três, até quatro apareciam incontrolavelmente.
como não dava para reprimir a algazarra da roupa suja, também não era possível esperar por ventos melhores. fiz uma traficância no orçamento doméstico e chamei o técnico. 
ele chegou com poses de doutor. uniforme, maleta, ferramentas, olhar sério. me perguntou sobre o problema. eu não conseguia diagnóstico, fui direto à conclusão, que era também sintoma: não funciona. simplesmente parou de funcionar, sem aviso prévio, sem um gemido antes, sem nenhum sinal. só parou.
o senhor do inesquecível nome Alcebíades olhou para máquina, abriu a tampa e antes de reunir forças para removê-la de lugar, quis testar. eu ainda avisei mais uma vez sobre a inutilidade daquela ação, enquanto girava os botões e apertava-os como quem conversa com um bicho de pelúcia: é bicho, tem formato, mas não vive.
ele me pediu licença, buscou o cabo de energia e ligou a branquinha na tomada. movimento quase instantâneo, a obedecer a velocidade da luz, a máquina começou a se encher de água.

era esse o problema, estava fora da tomada e eu, ligada em 220, nem me dei conta do pormenor, mas a conta da visita do Alcebíades ficou ecoando na minha economia doméstica…
 
lembrei da história por conta dessa tirinha que a Cassandra Szuberski dividiu em sua tl.
 

quer comentar? não se acanhe.

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: