reflexo

Ontem conversei pelo telefone com um velho conhecido. Uma dessas grandes pessoas que a gente quer ficar perto sempre, sempre, sempre e que por razões inexplicáveis acaba se separando…
 
Nesse tipo de situação há, claro, aquela coisa muito legal que envolve bons amigos; quando a gente volta é preciso uma atualização rápida de notícias para que um saiba exatamente o que o outro está sentindo. A intimidade, o conhecimento, o saber do outro não se apaga, não se vai com a distância, não se dissipa no tempo. Um breve boletim é o que basta!
 
Eu não tive pudores e derrubei todas as minhas queixas em cima dele.  Contei da minha vida, das minhas frustrações, problemas, probleminhas e problemões. Sem pena nem trégua, metralhei-o com todo tipo de assunto que me assombra, entre falas, gritos, choro, soluços. Quando eu já não tinha mais fôlego, ele me disse: “Você deve estar totalmente grisalha, cheia de rugas e acabada…”. 
 
Achei graça no jeito que ele encontrou pra me animar. Ri, gargalhei. Desliguei. Fui até o espelho. Me observei. Que infortúnio! Uma dessas, às vésperas do aniversário, acaba com qualquer um…
 

5 Comentários

  1. Anonymous

quer comentar? não se acanhe.

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: