se eu me chamasse raimundo

Eu estive fora uns dias. A andar por aí, num pedaço tão interessante desse mundo vasto mundo… Esqueci das pendengas cotidianas e fui tratar de outras coisas, porque a vida é mais.
 
Lá onde estive, conheci, aprendi, encontrei e reencontrei tanta coisa boa – exatamente nessa ordem!
 
Passei momentos muito felizes, vivi os melhores dias da minha vida até aqui.
 
O interessante de viver os melhores dias da vida, é que tudo que vem depois, acaba injustamente desbotado. É injusto, porque o que vem depois não tem culpa de você já ter encontrado tanta coisa boa… o que vem depois é legal, bacana, decente, bonito, gratificante, mas não pode competir com os melhores dias da vida… a não ser que o que vem depois, consiga superar e se transforme nos melhores dias, isso sim, isso faria diferença ao que vem depois e, também, redesanharia a felicidade do passado… os melhores dias da vida, os primeiros, se transformariam em acontecimentos legais, bacanas, decentes, bonitos e gratificantes para ceder o espaço dos melhores dias da vida ao que vem depois…
 
Sacou?
 
Tim-tim!
 
 

3 Comentários

quer comentar? não se acanhe.

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: