iceberg

Reducionismo:
s.m. Filosofia. Tendência consistente em reduzir os fenômenos complexos a seus componentes mais simples e considerar estes últimos como mais fundamentais que os fenômenos complexos observados.

 

sobre mim, confusões.

tenho inclinações para a compreensão. alheia.

nem é questão de preferência ou opção, vim andando até aqui assim, a tentar entender o que acontece em outras cabeças. uma justificativa eterna que me protege de ter pensamentos mesquinhos e acabar odiando a humanidade. fico mais confortável ao saber, ou ao me deixar acreditar, que algumas atitudes as vezes acabam em fatos desagradáveis, mas as intenções motivadoras foram boas.

aprecio as boas intenções. odeio os fatos que as desmontam.

pra mim, tratar de um acontecimento sem considerar sua história é reduzir o enredo, empobrecer a trama, diminuir a vida, estreitar as possibilidades, apequenar o humano. é tentar colocar em caixas, certo ou errado, bom ou ruim, serve ou não serve, sim ou não, oito ou oitenta, um universo que existe entre uma ponta e outra.

o fato palpável ou o reconhecível de uma situação não é a verdade nem um único lado da moeda. é só, e tão somente, um pedacinho do que podemos ver. a ponta da geleira.

sim, tenho inclinações para pegar lupa, puxar fôlego e investigar um iceberg inteirinho. quase sempre morro de frio, as vezes de desgosto, mas nunca dentro do reducionismo.

quer comentar? não se acanhe.

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: