música

a brisa que sopra em meu rosto
as pérolas do colar
um pavio no último suspiro
aqueles dias de agosto…
sinto o embalo de sua mão
a janela aberta
entra melodia, a travessia
eu sinto o embalo da sua mão
e um adeus que precipita
as palavras que quero te cantar
em poesia ou em canção
tecendo em cada sorriso
em toda a lágrima
sua presença e sua ausência
o que você levou e o que ficou
tudo está comigo
e eu sinto o embalo da sua mão
e é nessa brisa que me beija
que eu encontro abrigo

quer comentar? não se acanhe.

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: