amor, meu grande amor, não chegue na hora marcada…

Dos serviços que pioraram muito na última década, os emprestados pelos Correios estão lá a figurar incompetência e atormentar a gente.
Atenção, companheiro, acompanhe o caso: a encomenda foi postada em São Paulo, aqui do ladinho, estado vizinho, coisa pouca de distância, no remoto dia 24 do mês passado.
Lembra o que você estava fazendo às 13:19 do dia 24 de março? Não, nem eu, já faz tanto tempo… Pois minha encomenda começou sua viagem nesse horário, naquele dia. Eu não gosto nem de imaginar por quanta coisa ela tem passado nesse período – mãos descuidadas, solavancos, todo tipo de intempéries e riscos…
Não sei porque cargas d’água o lance não chega aqui! A incompetência do serviço promove a picaretagem institucionalizada: como não assumem a inabilidade, eles a justificam como “motivos operacionais”. Ora bolas!, motivos operacionais, o que é isso, companheiro?
Acompanho pelo site o caminho do meu pacote. Desde segunda-feira a rodar pela cidade sem chegar à minha casa por “motivos operacionais”. Como a explicação não esclarece o que aconteceu, o Correio não fala comigo por telefone sobre o caso e pessoalmente ninguém sabe explicar, eu fico a tentar adivinhar as causas e a torcer para que elas se solucionem, sejam quais forem.
E tudo que ofereço é meu calor, meu endereço? Não. Não mesmo! Paguei direitinho. Adiantado, o que eles me pediram, sem negociação.
Pô, companheiros!? Até os Correios? Até lá onde tudo dava certo? Pô!


quer comentar? não se acanhe.

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: